http://www.cetesb.sp.gov.br

Normas Técnicas Vigentes

 

Código Título
D3.591 Tratamento de águas de lavagem de cana – Manual técnico
D6.102 Atendimento a acidentes com produtos químicos – Manual técnico
D7.010 Mineração por dragagem: procedimento, 2ª Edição: agosto /2016 – EDIÇÃO REVISADA
D7.011 Mineração por desmonte hidráulico – Procedimento
D7.012 Mineração por escavação – Procedimento
D7.013 Avaliação e monitoramento das operações de desmonte de rocha com uso de explosivo na mineração: Procedimento
E2.166 Gasômetro úmido para aferição de medidores de volume de gases – Calibração – Método de ensaio
E15.010 Sistemas de tratamento térmico sem combustão de resíduos de serviços de saúde contaminados biologicamente: Procedimento – 2ª Edição Outubro/ 2011 – edição revisada
E15.011 Sistema para incineração de resíduos de serviços de saúde – Procedimento
E16.030 Dutos e chaminés de fontes estacionárias  – Calibração dos equipamentos utilizados na amostragem de efluentes – Método de ensaio
E17.010 Aparelho orsat para análise de gases de combustão – Especificação
L1.011 Poluição do ar – Termos físicos e químicos – Terminologia
L1.016 Poluição do ar – Termos relacionados a segurança e higiene do trabalho – Terminologia
L1.019 Dispersantes químicos de óleo – Determinação de eficiência – Método de ensaio
L1.022 Avaliação do uso de produtos biotecnológicos para tratamento de efluentes líquidos, resíduos sólidos e remediação de solos e águas
L1.025 Microbiologia para sistemas de lodos ativados operando com esgotos domésticos – Método de ensaio – Manual técnico
L1.040 Implantação de cemitérios
L5.009 Segurança e higiene do trabalho em laboratórios de microbiologia ambiental – Procedimento
L5.011 Ensaio para verificar a toxicidade de detergentes para lavagem de material de laboratório
L5.015 Segurança em laboratório químico de águas – Procedimento
L5.102 Determinação de alcalinidade em águas – Método de titulação potenciométrica até pH pré determinado – Método de ensaio
L5.117 Determinação de cor em águas – Método de comparação visual – Método de ensaio
L5.178 Tratamento biológico de efluentes industriais  –  Determinação de oxigênio dissolvido (OD) em água pelo método eletrométrico – Método de ensaio
L5.201 Contagem de bactérias heterotróficas – Método de ensaio
L5.202 Coliformes totais e fecais – Determinação pela técnica de tubos múltiplos – Método de ensaio
(Novo arquivo, com data de Edição corrigida para Janeiro/93)
L5.206 Staphylococcus aureus – Determinação pela técnica de membrana filtrante – Método de ensaio
L5.212 Enterococos – Determinação pela técnica de membrana filtrante – Método de ensaio  – 2ª edição junho/2012 – edição revisada
L5.213 Determinação do número mais provável de clostridios sulfitoredutores (clostridium perfringens): Método de ensaio
L5.214 Coliformes totais – Determinação pela técnica de membrana filtrante – Método de ensaio
L5.216 Controle de qualidade de meios de cultura – Método de ensaio
L5.218 Salmonella – Isolamento e identificação – Método de ensaio
L5.219 Actinomicetos – Contagem em placas – Método de ensaio
L5.220 Pseudomas aeruginosa –  Determinação em amostras de águas pela técnica de tubos múltiplos – Método de ensaio
L5.221 Coliformes fecais – Determinação pela técnica de membrana filtrante – Método de ensaio – 2ª edição junho/2012 – edição revisada
L5.223 Pseudomonas aeruginosa – Determinação em amostras pela técnica de membrana filtrante – Método de ensaio – 3ª Edição Abril/ 2011 – edição revisada.
L5.225 Determinação de colífagos em amostras de água – Método de ensaio
L5.228 Teste de toxicidade aguda utilizando Spirillum volutans – Método de ensaio
L5.230 E. Coli  – Determinação pela técnica de membrana filtrante em amostras de águas – Método de ensaio 2ª edição junho/2012 – edição revisada
L5.233 Bacteriófagos f-específicos – Método quantitativo em amostras de água e de esgoto – Método de ensaio
L5.241 Teste de Kado –  Ensaio de microssuspensão com Salmonella typhimurium  – Método de ensaio
L5.301 Zooplâncton marinho  – Métodos qualitativo e quantitativo – Método de ensaio
L5.302 Água do mar  – Determinação de fitoplancton marinho  – Métodos qualitativo e quantitativo – Método de ensaio
L5.303 Fitoplâncton de água doce: Métodos qualitativo e quantitativo – 4ª Edição outubro/2012 – Edição revisada
L5.304 Zooplâncton de água doce – Métodos qualitativo e quantitativo – 2ª Edição junho/2012 – Edição revisada
L5.306 Determinação de pigmentos fotossintetizantes – clorofila-A, B e C e feofitina-A: Método de ensaio
L5.309 Determinação de Bentos de Água Doce – Macroinvertebrados – Métodos qualitativo e quantitativo
L5.310 Determinação de causa mortis em peixes – Atividades de campo
L5.315 Determinação de idade em peixes
L5.317 Determinação de conteúdo estomacal de peixes
L5.400 Determinação de fluoreto em águas – Método do eletrodo de íon seletivo – Método de ensaio
L5.403 Clostridium perfringens  – Determinação em amostras de água pela técnica de membrana filtrante – Método de ensaio
L5.405 Víbrio parahaemolyticus –  Isolamento e identificação em amostras de águas marinhas – Método de ensaio
L5.406 Coliformes Termotolerantes  – Determinação em Amostras Ambientais pela Técnica de Tubos Múltiplos com meio A-1  – Método de Ensaio
L5.501 Preparo de culturas celulares para ensaios virológicos – Procedimentos
L5.502 Enterovírus em água – Isolamento e quantificação – Procedimento
L5.503 Enterovírus em água – Concentração de amostras a partir de grandes volumes de água – Método de ensaio
L5.504 Identificação de enterovírus – Método de ensaio
L5.505 Enterovírus – Métodos de concentração de amostras de águas de esgoto – Procedimento
L5.506 Método de concentração de lodo de esgoto para isolamento de enterovírus – Método de ensaio
L5.507 Isolamento e identificação de Vibrio cholerae em água e esgoto
L5.511 Tratamento biológico de efluentes industriais – Coleta e preservação de amostras para determinação de oxigênio dissolvido (OD) em água – Procedimento
L5.518 Poliovírus – Detecção através da reação em cadeia de polimerase (PCR) em amostras ambientais – Método de ensaio
L5.519 Poliovírus – Caracterização intratípica através da técnica de hidribização por “dot blot” – Método de ensaio
L5.520 Candida albicans – Determinação pela técnica de membrana filtrante – Método de ensaio
L5.551 Ovos viáveis de Ascaris spp – Determinação pela técnica de centrífugo-flutuação em amostras de lodo de esgoto – 1ª Edição (junho/2013) – Edição elaborada
L5.620 Mutação gênica reversa em Salmonella typhimurium – Teste de ames – Método de ensaio
L5.621 Mutação gênica reversa em Salmonella typhimurium  – Teste de ames – Método direto – Método de ensaio
L6.160 Sedimentos – Determinação da distribuição granulométrica – Método de ensaio
L6.200 Levantamento de dados sobre agressividade de solos a tubulações – Requisitos gerais e amostragem – Procedimento
L8.012 Material particulado em suspensão na atmosfera – Determinação da concentração pelo método da refletância da luz – Método de ensaio
L8.014 Material particulado na atmosfera – Determinação de poeira sedimentável – Método de ensaio
L8.015 Material particulado em suspensão na atmosfera – Determinação da concentração de chumbo por espectrofotometria de absorção atômica – Método de ensaio
L9.061 Determinação do grau de enegrecimento da fumaça emitida por fontes estacionárias utilizando a escala de Ringelmann reduzida – Método de ensaio
L9.200 Amostragem contínua de gases e vapores – Procedimento
L9.210 Análise dos gases de combustão através do aparelho Orsat – Método de ensaio
L9.213 Dutos e chaminés de fontes estacionárias – Determinação de fluoretos pelo método do eletrodo de íon específico – Método de ensaio
L9.217 Dutos e chaminés de fontes estacionárias – Determinação de material particulado com o sistema filtrante no interior do duto ou chaminé – Método de ensaio
L9.221 Dutos e chaminés de fontes estacionárias – Determinação dos pontos de amostragem – Procedimento
L9.222 Dutos e chaminés de fontes estacionárias – Determinação da velocidade e vazão dos gases – Método de ensaio
L9.223 Dutos e chaminés de fontes estacionárias – Determinação da massa molecular seca e do excesso de ar do fluxo gasoso – Método de ensaio
L9.224 Dutos e chaminés de fontes estacionárias – Determinação da umidade dos efluentes – Método de ensaio
L9.225 Dutos e chaminés de fontes estacionárias – Determinação de material particulado – Método de ensaio
L9.226 Dutos e chaminés de fontes estacionárias – Determinação do dióxido de enxofre – Método de ensaio
L9.227 Dutos e chaminés de fontes estacionárias – Determinação de enxofre reduzido total (ERT) – Método de ensaio
L9.228 Dutos e chaminés de fontes estacionárias – Determinação de dióxido de enxofre e de névoas de ácido sulfúrico e trióxido de enxofre – Método de ensaio
L9.229 Dutos e chaminés de fontes estacionárias – Determinação de óxidos de nitrogênio – Método de ensaio
L9.230 Dutos e chaminés de fontes estacionárias – Determinação de amônia e seus compostos – Método de ensaio
L9.231 Dutos e chaminés de fontes estacionárias – Determinação de cloro livre e ácido clorídrico – Método de ensaio
L9.232 Dutos e chaminés de fontes estacionárias – Amostragem de efluentes para a determinação de compostos orgânicos semivoláteis – Método de ensaio
L9.233 Dutos e chaminés de fontes estacionárias – Determinação do sulfeto de hidrogênio – Método de ensaio
L9.234 Dutos e chaminés de fontes estacionárias – Determinação de chumbo inorgânico – Método de ensaio
L9.240 Dutos e chaminés de fontes estacionárias – Acompanhamento de amostragem – Procedimento
L11.032 Determinação do nível de ruído em ambientes internos e externos de áreas habitadas – Método de ensaio
L11.034 Critérios de ruído para recintos internos e edificações – Procedimento
M1.001 Lavagem, preparo e esterilização de materiais em laboratórios de microbiologia – Procedimento
M1.002 Lavagem, preparo e esterilização do material para cultura celular – Método de ensaio
P2.112 Sistemas de tratamento térmico sem combustão de resíduos de serviços de saúde contaminados biologicamente: teste de inativação microbiana utilizando esporos de Bacillus atrophaeus e Geobacillus stearothermophilus como bioindicadores – 1ª edição: novembro/2016edição elaborada
P4.002 Efluentes e lodos fluidos de indústrias cítricas – Critérios e procedimentos para aplicação no solo agrícola
P4.230 Aplicação de lodos de sistemas de tratamento biológico em áreas agrícolas – Critérios para projeto e operação – Manual técnico
P4.231 Vinhaça – Critérios e procedimentos para aplicação no solo agrícola – 3ª Edição Fevereiro de 2015 – 2ª versão
P4.233 Lodos de Curtumes – Critérios para o uso em áreas agrícolas e procedimentos para apresentação de Projetos – Manual técnico
P4.261 Risco de Acidente de Origem Tecnológica – Método para decisão e termos de referência
P4.262 Gerenciamento de Resíduos Quimicos provenientes de estabelecimentos de Serviços de Saúde – Procedimento
P4.263 Procedimento para utilização de Resíduos em Fornos de Produção  de Clínquer