http://www.cetesb.sp.gov.br

03/04/17 14:23

Estação automática móvel de qualidade do ar começa a operar em Mogi das Cruzes

O monitoramento em tempo real será feito durante 1 ano e fornecerá subsídios para o planejamento de ações de controle da qualidade do ar

20170331_125724

Começou a funcionar nesta segunda-feira, 3, em Mogi das Cruzes, a estação móvel de monitoramento da qualidade do ar da Cetesb. A estação automática possui equipamentos que vão medir a concentração de poluentes atmosféricos, em tempo real, pelo prazo previsto de um ano. A coleta de dados será feita em um espaço reservado dentro da Delegacia Seccional da Polícia Civil, no centro da cidade.

O monitoramento em tempo real permitirá avaliar a qualidade do ar respirado pela população, comparar a concentração dos poluentes medidos com os valores recomendados para proteção da saúde e o bem-estar das pessoas. Ao acompanhar mudanças na qualidade do ar no município e na região, a Cetesb poderá aprimorar o diagnóstico ambiental e assim como fornecer subsídios adicionais para o planejamento de ações de controle.

Nesta estação serão monitorados os seguintes poluentes: partículas inaláveis (MP10), óxidos de nitrogênio (NO e NO2) e ozônio (O3). A Polícia Civil colaborou com a instalação da estação e disponibilizou o espaço e a infraestrutura necessária.

Além dos poluentes, a estação automática móvel de Mogi das Cruzes também vai fornecer dados meteorológicos como direção e velocidade do vento, temperatura e umidade do ar. Os dados gerados são transmitidos para a central telemétrica localizada na sede da Cetesb em São Paulo.

Os dados desta estação, bem como das outras 60 estações automáticas distribuídas pelo estado, estarão disponíveis também na página da companhia (www.cetesb.sp.gov.br) na internet. No total, são 29 estações fixas na região metropolitana de São Paulo e 31 no interior e litoral.

A cidade de Mogi das Cruzes foi escolhida como representativa dos municípios na região leste da região metropolitana de São Paulo. A cidade  tem população expressiva, plantas industriais e localiza-se entre a cidade de São Paulo e o Vale do Paraíba.